PPA ANUNCIA SELECIONADOS DA SUA PRIMEIRA CHAMADA DE NEGÓCIOS

/, Projetos Incubação e Aceleração de empreendedores/PPA ANUNCIA SELECIONADOS DA SUA PRIMEIRA CHAMADA DE NEGÓCIOS

PPA ANUNCIA SELECIONADOS DA SUA PRIMEIRA CHAMADA DE NEGÓCIOS

Entre as selecionadas estão startups, negócios de base comunitária e empresas que desenvolvem negócios de impacto, voltados à conservação da floresta e ao desenvolvimento socioambiental

 

Texto: Henrique Saunier
Imagem: Divulgação

 

Após uma criteriosa análise de 81 iniciativas inscritas, a Plataforma de Parceiros pela Amazônia (PPA), coordenada pelo Idesam em parceria com a USAID e CIAT, anuncia as 15 empresas finalistas da sua primeira Chamada de Negócios, selecionadas para concorrer a uma chance de receber investimento direto no seu empreendimento, prêmios em dinheiro e ainda participar do Programa de Aceleração e Incubação da PPA. As escolhidas vão se apresentar no primeiro Fórum de Investimentos de Impacto e Negócios Sustentáveis da Amazôniaque acontece em Manaus, nos dias 13 e 14 de novembro.

Entre as finalistas estão startups, negócios de base comunitária e empresas que desenvolvem negócios de impacto, voltados à conservação da floresta e ao desenvolvimento socioambiental. A lista completa dos classificados pode ser acessada neste link.

Os negócios em estágio mais avançado de desenvolvimento, que buscam investimentos para expansão e ganho de escala, optaram por participar da Rodada de Investimentos e terão a oportunidade de apresentar seus casos a investidores para concorrer a aportes financeiros de até R$ 600 mil. A rodada final de negociação e anúncio dos vencedores acontecerá “ao vivo” durante o Fórum, com a apresentação dos principais destaques do negócio, como o seu diferencial no mercado, valores e expectativa de retorno do investimento.

Outros 10 empreendedores finalistas ganharam a oportunidades de participar do Programa de Incubação e Aceleração da PPA e concorrem ao Prêmio Empreendedor PPA 2018. Durante o evento, os empreendedores farão uma apresentação do seu negócio, em formato pitching, a uma banca de especialistas, que irá selecionar as melhores iniciativas para receberem prêmios em dinheiro, no valor de até R$20mil.

Entre as áreas de impacto das empresas selecionadas na Chamada de Negócios, a maioria está ligada à tecnologia verde para promoção de agricultura e pecuária sustentável, manejo florestal sustentável e valorização dos produtos da sociobiodiversidade amazônica, empreendimentos que visam cidadania e finanças sociais, além do combate ao tráfico de animais e à exploração madeireira ilegal. Projetos de mitigação e adaptação às mudanças climáticas também foram submetidos à seleção.

Para o pesquisador sênior do Idesam e coordenador da PPA, Mariano Cenamo, o resultado da chamada surpreendeu. “Tivemos ótimos negócios inscritos, com diferentes modelos de geração de impacto, que vão desde apoio e assistência técnica a produtores de comunidades rurais, produção de insumos com novas tecnologias até plataformas de comercialização destes produtos, ressalta Cenamo.

Sobre o perfil dos negócios inscritos na Chamada de Negócios da PPA, a economista e pesquisadora do Idesam, Ana Carolina Bastida, destaca que praticamente metade dos 81 inscritos possui um modelo de negócios Business to Business (com outras empresas como público-alvo), enquanto pelo menos 34 empresas afirmaram visar o consumidor final. “Pelo menos 63% dos projetos visaram à produção e o consumo sustentável, além de 39% das iniciativas que buscam fortalecer o trabalho digno e crescimento econômico”, enfatiza Bastida.

O Fórum

A proposta do 1º Fórum de Investimentos de Impacto e Negócios Sustentáveis da Amazônia é criar um novo espaço de diálogo, trocas de experiências e boas práticas entre as startups amazônicas e os potenciais investidores nacionais e internacionais. O Fórum faz parte das ações da PPA, que, entre outras frentes de atuação, busca promover investimentos socialmente responsáveis e econômica e ambientalmente sustentáveis.

A PPA conta com apoio da USAID, principal agência dos EUA de parceria e cooperação para o desenvolvimento sustentável no mundo. A USAID trabalha em parceria com governos, instituições e empresas locais e, no Brasil, realiza a ponte entre americanos e brasileiros em projetos dos mais diversos segmentos.

O diretor da USAID no Brasil, Michael Eddy, disse acreditar que o trabalho junto da PPA, na Amazônia, possui um caráter pioneiro e é uma iniciativa que precisa ser consolidada. “Entendemos que junto com investidores socioambientais e empresas do setor privado podemos unir esforços e alavancar recursos que, de outra forma, não seriam possíveis. Estamos animados com os resultados da chamada e temos certeza que o Fórum apresentará excelentes resultados”, afirma Eddy.

O evento será uma oportunidade para debater o estado da arte das finanças sociais e investimentos de impacto na região, abordando ainda os desafios e oportunidades para o desenvolvimento de negócios e empreendedores locais.  O encontro servirá também como um ‘marketplace’ para alavancar investimentos e fechar negócios, por meio de sessões de negociações e apresentação de empresas.

2018-10-16T18:24:29+00:00 16 de outubro de 2018|Notícia, Projetos Incubação e Aceleração de empreendedores|0 Comentários

Deixe um comentário