PPA inicia Programa de Aceleração com apoio a 15 negócios de impacto da Amazônia

//PPA inicia Programa de Aceleração com apoio a 15 negócios de impacto da Amazônia

PPA inicia Programa de Aceleração com apoio a 15 negócios de impacto da Amazônia

Nos dias 18, 19 e 20 de fevereiro a Plataforma de Parceiros pela Amazônia (PPA) dará o pontapé inicial ao seu Programa de Aceleração, com a realização do 1º Workshop: Reunião Inaugural e Oficina de Negócios Inovadores e Mensuração de Impactos. O programa objetiva fornecer todo o apoio necessário para o desenvolvimento e crescimento de 15 startups selecionadas previamente. As empresas participantes conseguiram uma vaga entre mais de 80 inscritos na primeira Chamada de Negócios, promovida pela PPA em 2018.

O primeiro encontro tem como objetivo integrar os empreendedores das 15 startups participantes e apresentar a estrutura do programa – serviços, agenda e principais benefícios. Neste encontro será também realizada a 1ª Oficina de Capacitação, que irá apoiar a construção ou aprimoramento dos Modelos de Negócios e Indicadores de Impacto das startups e do próprio Programa de Aceleração da PPA. A Oficina será facilitada em parceria com Sense-Lab e Move Social, utilizando-se como referências o Modelo C para negócios de impacto.

O Programa de Aceleração da PPA, coordenado pelo Idesam, vai auxiliar os negócios a alcançarem novos estágios de desenvolvimento, com foco no ponto de equilíbrio financeiro, que é quando os custos de manutenção do empreendimento são integralmente quitados com as receitas oriundas do próprio negócio. Para isso, o Idesam vai disponibilizar serviços de apoio e acompanhamento, mentorias, workshops temáticos, suporte jurídico e contábil, bolsas de estudos, ferramentas de gestão, entre outros benefícios.

Por meio de encontros periódicos, o programa de mentoria deve conectar os empreendedores de impacto que estão iniciando a concepção de seus negócios com executivos bem-sucedidos das empresas-membro da PPA. “Nós acreditamos que a interação e troca de experiências entre empresas de diferentes perfis podem gerar aprendizados, recomendações e contatos que serão fundamentais para o desenvolvimento das startups. Além disso, será uma oportunidade para conhecer de perto o funcionamento e operação de uma empresa líder em seu ramo de atuação”, destacou a economista Ana Carolina Bastida, membra da equipe de coordenação do Programa de Aceleração.

Os empreendedores também vão poder contar com auxílio constante em dúvidas que possam surgir durante o desenvolvimento de sua startup, assim como um acompanhamento da evolução de seu negócio oferecendo conselhos e recomendações-chave em momentos críticos de tomada de decisão e acesso a redes de contato do seu mentor, como fornecedores e potenciais clientes para o seu negócio.

Uma das empresas beneficiadas no Programa de Aceleração é a ‘Da Tribu’, que desenvolve acessórios de moda sustentável com látex produzido com tecnologia da floresta, gerando renda para famílias ribeirinhas no Pará. Desde 2009, a empresa busca reduzir impactos negativos da indústria têxtil, como a poluição e o trabalho análogo à escravidão, por meio de uma linha sustentável de acessórios que valoriza a biodiversidade amazônica, resgata cultura local e gera renda para famílias ribeirinhas.

“A moda é uma das indústrias mais poluentes do mundo e conta inclusive com muitos casos de trabalho escravo. Eu realizo um trabalho de educação das pessoas da comunidade para extração do látex e também do preparo do fio das peças para diminuir esse impacto”, ressalta Tainah Fagundes, uma das fundadoras do empreendimento.

Durante o programa de aceleração, o empreendedor também poderá se candidatar a receber bolsas de estudos ou apoio logístico para participar de conferências, feiras, cursos ou eventos de capacitação que tenham o potencial de contribuir para o desenvolvimento da sua empresa. A viabilização de espaços de coworking e apoio na criação de materiais de comunicação visual são outros benefícios do programa.

2019-01-28T19:46:14+00:00 28 de janeiro de 2019|Notícia|0 Comentários

Deixe um comentário