Aceleradora 100+: 9 startups vão pilotar projetos com novas soluções socioambientais em parceria com Ambev e PPA

Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em linkedin

A Ambev, em parceria com a Quintessa e a Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA), selecionou nove startups para pilotarem os seus projetos, na terceira edição da Aceleradora 100+, que teve início em julho deste ano. Após seis semanas de acompanhamento com mentores especialistas, fundos de investimento e executivos da companhia, as propostas mais qualificadas avançaram para a fase de testes e os negócios serão acompanhados de perto por mentores da Quintessa e sponsors da Ambev e da PPA para a implementação dos projetos. 

Agora, a Ambev abre as portas para essas startups de impacto socioambiental integrarem o seu ecossistema de parceiros, oferecendo todo o apoio necessário para viabilizar as suas soluções junto à companhia. As selecionadas foram: Afroimpacto, Água Camelo, Aterra, Diversidade.io, Inspectral, IQX, Recigases, TRC Sustentável e Via Floresta. 

As soluções oferecidas estão em linha com os pilares de sustentabilidade da companhia e suas metas a serem cumpridas até 2025. Diversidade e inclusão, economia circular, gestão e qualidade da água, redução de gases poluentes e conservação da biodiversidade da Amazônia são o foco das startups. 

Desafios ambientais mundiais  

A Ambev definiu, em 2018, compromissos de sustentabilidade bastante ambiciosos e a Aceleradora 100+ possibilita a conexão com startups inovadoras que estão trabalhando na resolução desses objetivos em comum. 

O programa de aceleração integra uma iniciativa global da Ambev e conta com apoio institucional do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), balizando as diretrizes e desafios que estejam sempre alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Nesta terceira edição, a empresa buscou soluções para seis desafios. São eles:    

  • Gestão da água: Monitoramento e análise de água; conservação e administração de bacias hidrográficas; e/ou tratamento e redução do consumo de água em manufatura e supply chain 
  • Agricultura sustentável: Treinamento, engajamento e suporte a produtores e fazendeiros; qualidade e produtividade da colheita; e/ou outras inovações relacionadas à agricultura 
  • Mudança climática: Consumo e monitoramento de energia; soluções alternativas e renováveis para o setor energético; redução, captura e remoção de emissões de CO2; análises financeiras e de gestão para mudanças climáticas; e/ou Logística Verde 
  • Embalagem circular: Reciclagem, reutilização e devolução; materiais alternativos e inovações para embalagens; e/ou rastreabilidade e logística reversa de embalagens 
  • Ecossistema Empreendedor: Valorização de produtos gerados no processo de produção da cerveja; rastreabilidade da cadeia produtiva/fornecimento responsável; incentivo a cadeias produtivas locais/regionais; e/ou diversidade e inclusão na cadeia produtiva 
  • Conservação da biodiversidade na Amazônia: Bioeconomia; sistemas regenerativos/restaurativos; e/ou cadeias de fornecimento sustentáveis.