Inscrições abertas – chamada para empréstimo coletivo a negócios de impacto da Amazônia

Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em linkedin

Organizações com missão de impacto socioambiental positivo na Amazônia poderão captar de R$ 200 mil a R$ 800 mil pela Plataforma de Empréstimo Coletivo SITAWI a juros entre 6,5% e 7,5% ao ano e pagamento em 36 meses.

Negócios interessados tem até 8 de janeiro de 2021 para se inscrever.

A SITAWI Finanças do Bem anuncia nova chamada a negócios de impacto socioambiental positivo, desta vez direcionada a organizações que geram renda para as comunidades da Amazônia e valorizam a conservação da floresta. Os negócios selecionados irão participar de uma rodada de investimento pela Plataforma de Empréstimo Coletivo, iniciativa da SITAWI e do Instituto Sabin. A rodada amazônica acontecerá no contexto da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) e tem como parceiros estratégicos e financiadores a USAID (Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional), o Aliança Bioversity/ CIAT e o Instituto Humanize ).

Cada organização poderá captar entre R$ 200 mil e R$ 800 mil. O empréstimo coletivo possibilitará que os negócios de impacto da Amazônia tenham acesso a crédito a juros baixos, entre 6,5% e 7,5%, e pagamento em 36 meses, alavancando sua expansão e permitindo que impulsionem uma retomada verde da economia após a crise gerada pela pandemia do coronavírus.

Além do crédito com condições mais atrativas que o mercado, a equipe SITAWI realiza um acompanhamento mensal das organizações, que também terão acesso à nossa rede de mentores e voluntários que auxiliam no desenvolvimento da mesma. “Com esta chamada direcionada a negócios de impacto da Amazônia, a SITAWI quer fortalecer organizações que valorizam a economia da floresta em pé, gerando conservação da biodiversidade e trabalho e renda para as comunidades locais.

Entendemos que com acesso a crédito elas possam continuar fazendo a diferença no desenvolvimento sustentável da região e ampliando a economia da floresta ” , diz Andrea Resende, gerente de investimento de impacto da SITAWI Finanças do Bem. Para participar, as organizações de impacto socioambiental positivo atuando na Floresta Amazônica podem ter qualquer formato jurídico. Além disso é primordial possuírem uma missão de impacto socioambiental positivo, operação com modelo de negócios viável e capacidade de pagamento. Os interessados podem se inscrever entre 15 de dezembro de 2020 a 08 de janeiro de 2021 , e devem preencher um cadastro pela página da chamada . É fundamental descrever informações sobre a organização relacionadas a missão, receita, impacto, objetivo da captação, entre outros. 

As organizações selecionadas irão captar pela Plataforma de Empréstimo Coletivo através do modelo Peer-to-Peer lending (P2P), segundo o qual a SITAWI e diversos investidores, em sua maioria pessoas físicas, emprestam dinheiro diretamente para negócios de impacto.

Ao mesmo tempo em que oferece aos negócios de impacto condições de crédito sem taxas abusivas em um processo eficiente e justo, o empréstimo coletivo possibilita que investidores possam aportar recursos em negócios alinhados com o desenvolvimento sustentável e ter um retorno financeiro atrativo.

Saiba mais no site