Nova estrutura de governança da PPA é validada por seu Conselho Deliberativo

Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em linkedin

Ontem, dia 28 de setembro de 2021, aconteceu virtualmente a segunda reunião de 2021 do Conselho Deliberativo da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA). Na ocasião, os conselheiros das empresas membro validaram a nova estrutura de governança proposta pela Secretaria Executiva da Plataforma e pela consultoria REACH, especializada em processos de governança corporativa.

A nova estrutura tem como objetivo central garantir o engajamento, a participação e o ownership do setor privado em relação à Plataforma. Estavam presentes no fórum de discussão lideranças das instituições Ambev, Bemol, Beraca, Cargill, Fundo Vale, Hydro, Instituto Humanize e USAID Brasil, além da organização facilitadora da PPA, Aliança Bioversity/CIAT, e a própria consultoria REACH.

A abertura do encontro ficou a cargo de Augusto Corrêa, Secretário Executivo da Plataforma, que em seguida conduziu a reunião e apresentou aos conselheiros os principais resultados dos projetos que estão sob a tutela da PPA, com destaque para os Projetos de Fortalecimento de Negócios de Impacto, dos Grupos Temáticos e das ações de comunicação desenvolvidas nos últimos meses pela iniciativa.

O fórum possibilitou que os conselheiros realizassem discussões estratégicas a respeito da governança da PPA, bem como da estratégia de implementação da sua Tese de Aceleração, desenvolvida com o apoio do Quintessa, a qual consolida a proposta de valor da Plataforma e agrega valor ao ecossistema de impacto da Amazônia. O documento será amplamente divulgado durante a próxima campanha institucional da PPA, que será lançada entre outubro e novembro deste ano.

“Gostaria de parabenizar e também reconhecer o grande espaço de hoje, em que conversamos sobre uma nova governança. É um capítulo muito interessante e importante para o futuro da PPA. Parabéns a todos, gostei muito da conversa e do intercâmbio”.

Catherine Hamlin, Diretora do Escritório de Meio Ambiente da USAID Brasil, membro fundador da Plataforma.

A PPA reforça a importância das contribuições de todas as empresas participantes no Conselho e segue trabalhando para acomodar os diferentes desejos e necessidades de seus membros. A próxima reunião dessa instância já está agendada e tratará da formalização da proposta de membresia da Plataforma, sua formalização e suas estratégias de atuação para 2022.