PPA PARTICIPA DE FESTIVAL DE INVESTIMENTOS DE IMPACTO SOCIOAMBIENTAIS NA AMAZÔNIA

Nos dias 29 e 30 de novembro a equipe PPA esteve presente em Manaus, capital do estado do Amazonas, para o 2° Festival de Investimentos de Impacto e Negócios Sustentáveis na Amazônia (FIINSA), promovido pelo Idesam e Impact HUB Manaus. O evento proporcionou  integração e trocas entre empreendedores, investidores, organizações da sociedade civil e outros atores que fazem parte do ecossistema de impacto na região. Entre as diferentes atividades, destacaram-se  painéis e debates sobre principais caminhos, oportunidades e desafios para o desenvolvimento do setor de impacto amazônico, a bioeconomia e o futuro da maior floresta tropical do planeta.

Augusto Corrêa, Secretário Executivo da PPA, no painel “Dinamizadores do ecossistema de impacto: o papel das intermediárias”.

A programação do 2º FIINSA foi organizada em cinco trilhas temáticas: Estruturando o ecossistema; Financiamento e acesso a capital; Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&DI); Comunidades e Desafios do empreendedorismo. Dentro da trilha “Estruturando o ecossistema”, o Secretário Executivo da PPA, Augusto Corrêa, integrou a mesa de painelistas junto à Marco Van der Ree (Instituto Conexsus), Janice Maciel (Fundação CERTI) e Alexandre Mori (Floresta Hub), no diálogo intitulado “Dinamizadores do ecossistema de impacto: o papel das intermediárias”. 

Marco Van der Ree (Instituto Conexsus), Juliana Teles (Impact Hub),  Augusto Corrêa (PPA), Janice Maciel (Fundação CERTI) e Alexandre Mori (Floresta Hub).

No painel, a PPA expôs alguns dados importantes extraídos do Mapeamento Caminhos para a Amazônia, o qual também teve destaque na exposição física do local. “Essa questão das organizações dinamizadoras na Amazônia é algo muito recente, é um ecossistema que está se construindo. As organizações têm um pouco mais de dois anos. Então, vários dos desafios que a gente enfrenta é por falta de experiência, maturidade e vivência”, cita Augusto Corrêa sobre as dificuldades apontadas no ecossistema da região. E completa: “Há necessidade que essas organizações dialoguem, que conversem entre si e compartilhem desafios. Apesar da concorrência e disputa pelo recurso, às vezes a cooperação e saber como cada um pode fazer melhor o seu papel, sendo complementares dessa forma. E finalizamos falando sobre o papel dos financiadores, sobre como eles conseguem enxergar mais as pontes e sinergias, além de estabelecer seus pontos de diálogos entre os diversos dinamizadores, assim como a PPA já faz”. 

Augusto Corrêa, Secretário Executivo da PPA, e Juliana Simionato, Coordenadora de Projetos e ponto focal para  o portfólio de Fortalecimentos de Negócios de Impacto.

Para a Coordenadora de Projetos da PPA, Juliana Simionato, o evento foi um importante espaço para estabelecimento de diálogos, trocas e entendimentos, contribuindo para que diversas instituições locais pensem e elaborem questões a respeito do ecossistema. “A programação, elaborada considerando uma série de painéis e oficinas, trouxe alguns aprofundamentos necessários para temáticas atuais e importantes como: desafios e avanços no fortalecimento da bioeconomia, novas formas de investimento, acesso a mercados, impacto e geração de renda local. O evento também contou com a presença de atores relevantes e diversos, entre organizações comunitárias e startups, investidores e dinamizadores do ecossistema de impacto.” contou a Coordenadora. 

 

Para mais informações sobre o 2o FIINSA, acesse: fiinsa.org.br