Redes do setor privado apoiadas pela USAID e seus membros combatem a COVID-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Neste momento de avanço da pandemia da COVID-19 o esforço colaborativo do setor privado tem um papel determinante para amenizar as consequências da doença em nosso país. É em momentos como esses em que a importância das empresas privadas fica em maior evidência. Os membros da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) e do Grupo +Unidos estão respondendo ao desafio dentro de suas diferentes especialidades, buscando proteger seus funcionários, fornecedores, comunidades e ajudar os esforços de combate ao vírus o quanto possível. Tanto a PPA quanto o Grupo +Unidos contam com a parceria e apoio da Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e da Missão Diplomática americana no Brasil. 

Como organização que sempre operou dentro da lógica colaborativa, o Grupo +Unidos está estruturando possibilidades de trabalhar no combate ao avanço da doença. Algumas empresas associadas à sua rede já estão comprometidas a aportar para um fundo direcionado exclusivamente à mitigação dos efeitos da pandemia. A partir do recurso disponível, de forma conjunta serão definidos quais projetos e instituições que receberão o investimento final, para que o valor mobilizado tenha mais impacto.

Contribua para fundo e ajude a combater a pandemia! Para mais informações sobre o fundo, acesse este material.

A PPA, rede do setor privado voltada para apoiar o desenvolvimento sustentável e a conservação da biodiversidade na Amazônia, e o Grupo +Unidos, fundo de investimento social colaborativo voltado a iniciativas de educação e formação tecnológica, realizaram um levantamento sobre as ações dos seus associados no combate ao COVID-19. Por favor continuem nos informando de suas atividades para que possamos manter esse levantamento atualizado.

Algumas empresas estão doando equipamentos, produtos de atendimento a saúde e teste de detecção da COVID-19. Outros optaram por doar significativos valores monetários. As empresas também têm usado seus parques produtivos para fornecer aos governos locais insumos necessários, como álcool em gel, colchões para abrigos e hospitais e máscaras de proteção. fizeram mudanças em sua organização de trabalho. As empresas têm adotado novas políticas e normas que permitem ao seus funcionários trabalharem de casa e criando protocolos para proteção contra o novo coronavírus, como aumento do tempo de almoço e mudanças de escala para evitar aglomerações. Ainda, têm divulgado dados, artigos e pesquisas de interesse público e realizado aportes significativos a instituições que estão na linha de frente do combate ao novo vírus. 

Conheça as ações das empresas membro da PPA e do Grupo +Unidos:

 

Alcoa

Apoios emergenciais de equipamento e produtos de atendimento a saúde (luvas, roupas, gel, equipamentos) nos diversos estados onde atua. O Instituto Alcoa e a Alcoa Foundation aportarão recursos adicionais de emergência à todas as fábricas da Alcoa no Brasil. As fábricas junto com o comitês de relações comunitárias e comitês municipais decidirão sobre o uso do recurso destinado.

Saiba +

 

BH26

Fez uma doação ao Instituto Cyrela que para ajudar a Fiocruz a aumentar a produção dos testes de detecção do COVID-19.

 

AMBEV

Irá doar 500 mil garrafas de álcool em gel aos hospitais públicos municipais das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Em parceria com outras instituições está apoiando a construção de espaço para 100 leitos no Hospital Municipal M’Boi Mirim.

 

DD&L Associados

Criaram boletim informativo com orientações legais sobre medidas que vêm sendo adotadas na região e na Zona Franca de Manaus que resultem em impacto no meio empresarial.

Saiba +

 

Grupo Bemol/Fogás

Patrocinou mais de 50 mil gibis informativos de medidas preventivas do coronavírus. Doou 1.000 colchões à Secretaria de Justiça para abrigar moradores de rua. Doou 1.000 colchões à Secretaria de Saúde para montar o hospital de campanha de Manaus. Doou 1.000 máscaras N95 à Secretária de Saúde.

 

Hydro

Forneceu 51 mil litros de água mineral para o abrigo montado no Estádio Mangueirão em Belém/PA no combate ao COVID-19. O local atenderá aproximadamente mil pessoas em estado de vulnerabilidade social enquanto durar a pandemia.

Saiba +

 

Nelson Wilians

O escritório de advocacia está gerando material informativo sobre as medidas emergenciais tomadas pelos Governos Federais, Estaduais e Municipais diariamente, que podem ser consultadas em suas redes sociais como o Instagram – @nwadv.

O instituto INW lançou dois programas voltados para a crise: o Projeto Conexão GTC Solidária, que visa oferecer aconselhamento médico qualificado por meio da telemedicina, e o Projeto Justiceiras, o qual visa ampliar a rede de apoio e orientação às meninas e mulheres vítimas de violência doméstica nesse período de quarentena, conectando-as com voluntárias das áreas do Direito, Psicologia e Assistência Social.

 

Vale

Irá trazer ao Brasil 5 milhões de kits de testes rápidos em ajuda humanitária no combate ao novo coronavírus. Este pacote, inclui ainda equipamentos de proteção individual, como luvas e máscaras, para profissionais de saúde. 

A empresa também anunciou pacote de ajuda temporária para fornecedores.  Serão antecipados pagamentos a pequenas e médias empresas e com isso cerca de R$ 160 milhões deverão ser injetados na economia nos próximos dias somente com a antecipação de pagamentos para pequenas e médias empresas.

Saiba +

 

Instituto Sabin e Phomenta

Apoiou, ao lado de organizações como o Grupo +Unidos, o Instituto Phomenta na criação de uma plataforma com informações sobre como a crise impacta organizações da sociedade civil e quais ações podem ajudar a mitigá-la.

Saiba +

 

Gerdau

Adotou uma série de medidas para mitigar o risco de transmissão nos locais de trabalho, como a recomendação de home office, criação de comitês de crise, cancelamento de viagens nacionais e internacionais, participação em eventos externos, dentre outras.

Ainda, em conjunto com a Ambev, o Hospital Einstein e Prefeitura de São Paulo, construirá um hospital público com capacidade de 100 leitos na cidade de São Paulo, anexo ao Hospital Municipal M’Boi Mirim, para apoiar no aumento da demanda da rede pública de saúde no atendimento aos casos suspeitos e confirmados de COVID-19 no Brasil. O novo empreendimento terá seus primeiros 40 leitos entregues em apenas 20 dias e o total de 100 leitos finalizado até 30 de abril.

Saiba +

 

Qualcomm

via Qualcomm Foundation

Em março, a Qualcomm Foundation fez doação de US$ 1 milhão para entidade que está apoiando a comunidade contra o coronavírus em San Diego, sendo que US$ 500,000 irão para o San Diego Food Bank. As organizações foram selecionadas pois a Qualcomm é um dos maiores empregadores de San Diego. Além disso, incentiva os funcionários a fazerem doações para outras organizações dos EUA, ao dobrar a contribuição do funcionário para a organização.

Em janeiro, a Qualcomm doou US$ 1 milhão para a Cruz Vermelha na China, para ajudar nos esforços contra o coronavírus naquele país.

Saiba +

 

Citi

via Citi Foundation

Fornecerá US$ 15 milhões para apoiar os esforços de socorro relacionados ao COVID-19 globalmente, alocados da seguinte maneira:

US$ 5 milhões irão para o Fundo de Resposta de Solidariedade ao COVID-19; US$ 5 milhões serão direcionados ao No Kid Hungry que apoia programas emergenciais de distribuição de alimentos nos Estados Unidos; US$ 5 milhões serão direcionados para esforços internacionais adicionais, específicos de cada país, em locais que sofreram impactos severos. Nas próximas semanas, o Citi também trabalhará para identificar oportunidades adicionais para apoiar os esforços de recuperação a longo prazo.

Saiba +

 

GE

Para ajudar a enfrentar o desafio global, aumentou sua capacidade de fabricação e produção de equipamentos importantes no diagnóstico e tratamento de pacientes com COVID-19, enquanto tomam medidas para garantir operações seguras para seus funcionários. As ações diretas que estão realizando incluem:

Adicionar linhas de fabricação à produção do ventilador e aumentando o número de turnos de produção 24 horas por dia; contratar de funcionários adicionais de manufatura e mudança de funcionários atuais para dar suporte imediato ao aumento da demanda; gerenciar sua cadeia de suprimentos, trabalhando com fornecedores para reduzir a escassez e minimizar o impacto em clientes globalmente; estabelecer parcerias com reguladores globais e uso de sua experiência clínica e técnica para resolver urgentemente perguntas dos clientes sobre como atender às necessidades do paciente; monitorar a saúde de seus engenheiros de serviço no campo e fornecendo os equipamentos de proteção pessoal (EPIs) para manutenção adequada dos dispositivos, além de aumentar os recursos de diagnóstico e reparo remotos.

Saiba +

 

KPMG

Está lidando com a quarentena adotando uma gestão de projetos de forma on-line, com toda a empresa trabalhando de home office. Todos os seus eventos presenciais foram remanejados ou passaram a ser online. Além disso, estão publicizando seu conhecimento, com guias e cursos que possam ajudar a todos no enfrentamento dos desafios em que passa a economia mundial.

Saiba +

 

Trench Rossi Watanabe

Além de ter implementado o home office para todos os advogados e membros do staff, em seus quatro escritórios, a empresa está provendo o máximo de informações possíveis dentro de seu expertise para que possamos triunfar após este período desafiador para toda a humanidade. Lançou para seus clientes e seguidores o hub de informações “Covid-19: Combate em Todas as Frentes”, que traz alertas legais, matérias, artigos e informações pertinentes desenvolvidas pelos seus advogados. 

Saiba +

 

Caterpillar

Via Caterpillar Foundation

Anunciou um investimento de US $ 8,5 milhões para apoiar comunidades, incluindo populações carentes, afetadas pelo vírus. O Brasil também receberá uma parte desta doação global.

Com seus recursos, a Fundação Caterpillar apoiará organizações sem fins lucrativos que estão trabalhando para ajudar a prevenir, detectar e responder à pandemia; fornecer recursos para hospitais, equipe médica e pacientes; abordar a insegurança alimentar; e viabilizar STEM on-line e codificar a educação para jovens impactados pelo fechamento de escolas.

Ainda, no início deste ano, a Fundação fez uma doação para fornecer às unidades de saúde materiais de proteção médica críticos na província de Hubei na China, onde ocorreu o surto de COVID-19.

Saiba +

 

Em Movimento

A organização composta por Instituto Arapyaú, Ashoka, Impact Hub São Paulo, Fundação Arymax, Instituto Elos, Historiorama e Grupo +Unidos atinge juventudes de todo o Brasil. Aproveitou a sua newsletter mensal, “Movimente-se!” para fazer um especial sobre o COVID-19.

Como uma rede de organizações que trabalham em prol das juventudes, acreditam ser importante compartilhar com sua rede, tanto de organizações quanto de jovens, algumas medidas de prevenção neste momento, como também algumas sugestões do que fazer neste período de quarentena. Assim, a Movimente-se! Especial Quarentena trouxe conteúdos informativos sobre o novo coronavírus, além de opções de estudo, leitura, curso, visitas turísticas online, etc.