RELATÓRIO DE ATIVIDADES

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2018

Em seu primeiro ano de atuação, a Plataforma Parceiros Pela Amazônia (PPA) avançou em uma série de ações pela valorização da biodiversidade amazônica e pela promoção do desenvolvimento socioeconômico por meio de ações conjuntas e colaborativas.

Elaboração de estudos de referência, projetos-piloto, reuniões de planejamento e engajamento de novas empresas, realização de uma Chamada de Negócios de Impacto e também do 1º Fórum de Investimento de Impacto e Negócios Sustentáveis na Amazônia estão entre os resultados desse primeiro ano de atuação da PPA, reforçando a existência de oportunidades estratégicas para a conservação da floresta por meio de startups e negócios de impacto.

O relatório reconstitui essa trajetória, destaca conquistas e desafios, mas também aponta os rumos para 2019 – que incluem novas estratégias para captação de recursos e um rearranjo do modelo de governança, buscando a expansão de temas de trabalho e maior envolvimento dos membros no desenvolvimento das ações.

DOWNLOAD DO PDF
CAMINHOS PARA O INVESTIMENTO SUSTENTÁVEL NA AMAZÔNIA

CAMINHOS PARA O INVESTIMENTO SUSTENTÁVEL NA AMAZÔNIA

A Zona Franca de Manaus figura entre as três grandes políticas de sustentabilidade do Brasil. As outras duas, a geração de energia através de hidrelétricas e a produção de álcool combustível, são mais reconhecidas pelo seu apelo ambiental e impacto econômico. Entretanto, a Zona Franca de Manaus é certamente aquela de melhor custo benefício ambiental: enquanto as hidrelétricas evitam emissões de termelétricas, elas também cobrem vastas áreas de floresta; enquanto o álcool substitui as emissões de combustíveis fósseis, ele também ocupa área agricultável com consequências tanto para o custo de alimentos quanto para o desmatamento. A Zona Franca é a política que menor impacto ambiental causa em troca de uma economia que gerou faturamento de mais de R$81 bilhões em 2017. Neste contexto, esta obra busca ampliar o impacto que as empresas beneficiárias da Zona Franca têm com a utilização da ampla gama de incentivos fiscais e financeiros disponíveis na região. Com o foco na nova lei de informática, este estudo deixa claras as oportunidades novas que podem movimentar diferentes aspectos da economia regional.

DOWNLOAD DO PDF
INVESTIMENTO DE IMPACTO NA AMAZÔNIA: CAMINHOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

INVESTIMENTO DE IMPACTO NA AMAZÔNIA: CAMINHOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Este estudo avalia uma série de instrumentos financeiros e estratégias de mitigação que, juntos, podem permitir alcançar os resultados ambientais, sociais e econômicos de que a região precisa. Também analisa as cadeias de valor com potencial de impacto socioambiental positivo e os diferentes tipos de empreendedores que trabalham, ou podem trabalhar, estas cadeias. Por fim, olha as características dos tipos de investidor que podem ser atraídos para transformar a economia da Amazônia brasileira. As principais conclusões do estudo incluem a identificação de desafios, como o baixo nível de investimento de impacto na região, a falta de crédito para investimentos de risco, as limitações no apoio governamental e, especialmente, a ineficiência do ecossistema de apoio presente atualmente na região para promover uma economia sustentável.

Do lado positivo, a presença de um grande número de atores (organizações da sociedade civil, doadores, financiadores e governo – particularmente o governo federal brasileiro) se constitui em uma base sólida para desenvolver o ecossistema de investimento de impacto na Amazônia brasileira. Além disso, algumas cadeias de valor da Amazônia têm alto valor potencial, com mercados internacionais que ou já estão estabelecidos (como castanhas do Pará ou madeira) ou estão crescendo rapidamente (como a polpa de açaí).

Baseado nestas conclusões, levantamos possíveis oportunidades e próximos passos, que passam pela atração de novos atores de investimento através de abordagens de mitigação de risco, como financiamento “mezanino” e o apoio financeiro com fundos não-retornáveis para assistência técnica e capacitação. Estas estratégias de mitigação de risco devem ser incorporadas em mecanismos financeiros desenhados para tipos específicos de empreendedores e em cadeias de valor predeterminadas para maximizar sua eficácia.

DOWNLOAD DO PDF

ACOMPANHE A PPA

Quer acompanhar as ações da PPA e receber novidades em primeira mão?
Inscreva-se:

SEJA MEMBRO DA PPA

Quer integrar a PPA e contribuir para o fomento a novos modelos de desenvolvimento mais sustentáveis para a Amazônia?
Saiba mais